Não perca o E-book!

Inscreva-se para receber o E-book CCDAE grátis com 101 reflexões no Evangelho!

Não vos vingueis a vos mesmos

Não vos vingueis a vos mesmos: “Amados, NUNCA procurem vingar-se, mas deixem com Deus a ira, pois está escrito: “MINHA É A VINGANÇA; eu retribuirei”, diz o Senhor.  AO CONTRÁRIO, “Se o seu inimigo tiver fome, dê-lhe de comer; se tiver sede, dê-lhe de beber... #CrendoComoDizAEscritura

Nao vos vingueis a vos mesmos

        Não vos vingueis a vos mesmos

Não vos vingueis a vos mesmos: o ser humano não foi dotado da capacidade de julgar, condenar (muito menos ao inferno), e/ou fazer justiça com as próprias mãos. Quando o ser humano aventura-se em fazer qualquer uma dessas coisas, ele se torna uma pessoa odienta, justiceira e/ou moralista. O único que é capaz de julgar/condenar/fazer justiça, sem descaracterizar-se e sem alterar sua natureza de Amor e compaixão, é Deus. Além disso, enquanto julgarmos os “ciscos” nos olhos de nossos irmãos, jamais seremos curados dos nossos “pecados-traves”; pois já é sabido pela psicologia que  o julgar e o acusar os outros nasce de uma fuga psicológica que possui o objetivo de evadir-se e/ou  amenizar o sentimento de culpa daquele (a) que julga/acusa. Um outro mecanismo psicológico que existe é a pessoa julgar/acusar no outro aquilo que ela tem dentro dela mesma. Só somos curados quando, além de não julgar/acusar o próximo, nos enxergamos na Graça de Deus e nos sabemos perdoado por Ele. Sabendo de todos esses pontos, não é a toa a existência de  textos bíblicos como os abaixo:

“Amados, NUNCA procurem vingar-se, mas deixem com Deus a ira, pois está escrito: “MINHA É A VINGANÇA; eu retribuirei”, diz o Senhor.  AO CONTRÁRIO,  “Se o seu inimigo tiver fome, dê-lhe de comer; se tiver sede, dê-lhe de beber. Fazendo isso, você amontoará brasas vivas sobre a consciência dele”.  Não se deixem vencer pelo mal, mas vençam o mal com o bem. ” 

Romanos 12:19-21

E também se diz:

pois a ira do homem NÃO produz a justiça de Deus.  Tiago 1:20

Não julguem, para que vocês não sejam julgados. Pois da mesma forma que julgarem, vocês serão julgados; e a medida que usarem, também será usada para medir vocês. Mateus 7:1-2

Sim, não vos vingueis a vos mesmos… Então a justiça punitiva de Deus cabe TÃO SOMENTE a Ele e Deus a realizará como julgamento final naquele grande Dia e realiza, de maneira circunstancial, aqui na terra também; todavia, nesse caso, não como efeito punitivo em si, mas sim por Amor e longanimidade, sempre como uma forma de ajuizar o reincidente perverso, pois, como diz sua palavra:

“Isso é bom e agradável perante Deus, nosso Salvador, que deseja que todos os homens sejam salvos e cheguem ao conhecimento da verdade.”  1 Timóteo 2:3-4

Mas o Evangelho nos fala de outro tipo de Justiça e que essa sim cabe a nós, seres humanos.  Se trata da justiça do Amor sobre a terra.

“Pois estes mandamentos: “Não adulterarás”, “Não matarás”, “Não furtarás”, “Não cobiçarás”, e qualquer outro mandamento, todos se RESUMEM neste preceito: “Ame o seu próximo como a si mesmo”. O amor não pratica o mal contra o próximo. Portanto, o amor é o cumprimento da Lei.”  Romanos 13:9-10

De fato, sem o Amor seria impossível, não conseguiríamos cumprir a justiça de Deus na terra. Cristo cumpriu toda a justiça e rasgou o escrito de dívida que existia contra nós, nos agraciando e se derramando em Amor por nós a fim de que nós experimentássemos e fôssemos afetados com esse Amor com que Ele nos amou através da experiência da fé no Evangelho. Sim, hoje somos salvos (em todos os sentidos) pela fé que opera pelo Amor.

Porque em Jesus Cristo nem a circuncisão nem a incircuncisão tem valor algum; mas sim a fé que opera pelo amor. Gálatas 5:6

Sim, essa fé que opera pelo Amor, ou seja, essa fé que nos faz amar, ela é unilateral e nos foi concedida gratuitamente, não vem de nós ou de obras:

Porque pela graça sois salvos, por meio da fé; e isto não vem de vós, é dom de Deus.

Efésios 2:8

Mas, voltando ao assunto  do texto (não vos vingueis a vos mesmos ) e concluindo, eu queria deixar um proverbio, que diz:

Quando cair o teu inimigo, não te alegres, nem se regozije o teu coração quando ele tropeçar; Para que, vendo-o o Senhor, seja isso mau aos seus olhos, e desvie dele a sua ira.

Provérbios 24:17,18

Sim, não te alegres com a justiça do Senhor contra seu inimigo para que o Senhor não veja o sarcasmo de seu coração e assim Ele desvie Sua ira para ti.

Nele, onde se encontra toda e qualquer justiça.

Gostou do texto não vos vingueis a vos mesmos? Recomendo para sua próxima leitura: Email respondido: o Jejum de Isaías 58 e o Deus que é Amor 

Comente por meio de seu Facebook

Avatar

Bruno Monsores é Escritor, Evangelista e Idealizador do site de ensino do Evangelho Crendo como diz a Escritura (CCDAE), pelo qual ensina e anuncia o Evangelho da Graça de Deus.

Gostou da mensagem?

Inscreva-se para receber novas mensagens diretamente em seu e-mail!

Por gentileza, se deseja alterar o arquivo do rodapé,
entre em contato com o suporte.

Este site usa cookies e outras tecnologias similares para lembrar e entender como você usa nosso site, analisar seu uso de nossos produtos e serviços, ajudar com nossos esforços de marketing e fornecer conteúdo de terceiros. Leia mais em Política de Cookies e Privacidade.