Não perca o E-book!

Inscreva-se para receber o E-book CCDAE grátis com 101 reflexões no Evangelho!

Otimismo e fé: otimismo não é fé

É normal as pessoas confundirem otimismo e fé, também é comum acontecer de acharem que o otimismo que possuem trata-se de fé, quando na verdade é mero otimismo, positivismo ou qualquer outro “ismo” nessa linha. Será que há otimismo na bíblia? #CrendoComoDizAEscritura

OTIMISMO E FÉ – OTIMISMO NÃO É FÉ

É normal as pessoas confundirem otimismo e fé, também é comum acontecer de acharem que o otimismo que possuem trata-se de fé — quando na verdade é mero otimismo, positivismo ou qualquer “ismo” nessa linha. Será que há otimismo na bíblia? Será que a passagem abaixo se trata de otimismo:

“Porque ainda que a figueira não floresça, nem haja fruto na vide; ainda que decepcione o produto da oliveira, e os campos não produzam mantimento; ainda que as ovelhas da malhada sejam arrebatadas, e nos currais não haja gado; Todavia eu me alegrarei no Senhor; exultarei no Deus da minha salvação” Habacuque 3:17,18. Então vamos a uma pequena explicação da diferença entre otimismo e fé.

Antes de tudo, é bom deixar claro que não encontramos otimismo na bíblia. Aliás, foram lideres religiosos que introduziram o otimismo dentro das igrejas, causando confusão e conflitos de fé nas pessoas – distanciando-as da fé do Evangelho, bem como da benesse produzida por ele (Evangelho) no ser delas. Pois bem! Otimismo é uma crença, um modo de pensar que se nega a encarar a realidade da vida e deste mundo; e que está sempre dizendo: tem algo muito melhor por vir! Ela é um escape psicológico da realidade que nos cerca e pressupõe que, pelas palavras positivas, as coisas irão acontecer. Não há firmeza, mudança e aprofundamento de consciência no otimismo, apenas uma trucagem psicológica. E em tempos apocalíticos como estes, o otimismo está deixando muita gente frustrada, pois ele não funciona nem nos prepara para a realidade.
Por outro lado, a fé é aquilo que — constatando e não negando a realidade — mantém a esperança nos céus e na vida eterna. A fé se alegra com as coisas boas que acontecem, e continua se alegrando e se consola em Deus quando a figueira não floresce, pois sabe que não há esperança fora Dele e que, mesmo em circunstâncias contrárias (sobretudo nelas), Ele está conosco nos firmando, curando e amadurecendo o nosso ser. Até mesmo quando Jesus descreve cenários apocalípticos, isso é para termos bom ânimo e ficarmos apercebidos dos sinais com o coração descansado Nele. Ao contrário do otimismo, A fé gerada pelo Evangelho nos prepara para a realidade da vida, para vivê-la da forma mais sábia, sensata, esperançosa e piedosa possível; nos conforta e muda até mesmo circunstâncias de nossas vidas, segundo a vontade de nosso Deus e Pai.
Gostou da mensagem sobre otimismo e fé? Compartilhe nas redes! Deixo em seguida uma sugestão para sua próxima leitura: “O bom ânimo da fé ou os motivacionalismos?”

Comente por meio de seu Facebook

Avatar

Bruno Monsores é Escritor, Evangelista e Idealizador do site de ensino do Evangelho Crendo como diz a Escritura (CCDAE), pelo qual ensina e anuncia o Evangelho da Graça de Deus.

Gostou da mensagem?

Inscreva-se para receber novas mensagens diretamente em seu e-mail!

Por gentileza, se deseja alterar o arquivo do rodapé,
entre em contato com o suporte.

Este site usa cookies e outras tecnologias similares para lembrar e entender como você usa nosso site, analisar seu uso de nossos produtos e serviços, ajudar com nossos esforços de marketing e fornecer conteúdo de terceiros. Leia mais em Política de Cookies e Privacidade.