Não perca o E-book!

Inscreva-se para receber o E-book CCDAE grátis com 101 reflexões no Evangelho!

O BOM ÂNIMO DA FÉ OU OS MOTIVACIONALISMOS?

Aprenda a diferença entre o ânimo da fé em Cristo e a motivação gerada pelos pregadores motivacionalistas. Seja alguém que carregue o bom ânimo da fé em Cristo. #CrendoComoDizAEscritura

BOM ÂNIMO

                            BOM ÂNIMO

Para o mundo e para o Cristianismo, amor e paz não significam a mesma coisa que significam para Cristo. Assim também acontece com o bom ânimo. Para o mundo e para o Cristianismo, bom ânimo é uma coisa; mas, para Cristo, é outra totalmente diferente. Aliás, uma pessoa só saberá, de fato, o verdadeiro significado de tais palavras quando ela as experimentar no interior; e isso só é possível quando nos alimentamos e nos significamos pelas Palavras de Graça, Amor, Confiança, Bom Ânimo e Esperança que haviam e que há em Cristo. Eu creio que os verdadeiros significados de todos os estados e sentimentos estão revelados no Evangelho de Cristo. Pois bem, continuando… Etimologicamente, a palavra “ânimo” se originou a partir do latim animus, que significa “alma”, “coragem” ou “mente”.

Então quando Jesus disse para termos bom ânimo (boa mente), Ele quis dizer para termos uma boa disposição mental (essa disposição mental é forjada em nós quando acolhemos pela fé as palavras de Cristo) perante as aflições e adversidades encontradas no mundo. Olha o que está escrito em João 16:33:

“Tenho-vos dito isto, para que em mim tenhais paz; no mundo tereis aflições, mas tende bom ânimo, eu venci o mundo.”

Bom ânimo não é um sentimento, uma emoção, uma coragem inconsequente, ou um estado de euforia; bom ânimo é um estado de espírito. Esse estado de espírito nos garante a devida resiliência emocional para vivermos e existirmos equilibrados em um mundo cheio de aflições e de desequilíbrios. Na verdade, esse ânimo resiliente apesar do não florescimento das “figueiras” do mundo, sempre foi plano de Deus para o nosso ser, desde o antigo testamento. O Profeta Habacuque que o diga! Veja o que está escrito em Habacuque 3:17-18:

“Mesmo não florescendo a figueira, e não havendo uvas nas videiras, mesmo falhando a safra de azeitonas, não havendo produção de alimento nas lavouras, nem ovelhas no curral nem bois nos estábulos, todavia, eu me alegro no SENHOR, exulto no Deus da minha salvação.”

Sim, o que nos salva das instabilidades do tempo presente é justamente essa alegria e bom ânimo no Senhor, resultado da fé na nossa salvação eterna em Cristo pela Graça de Deus. Deus pode e, algumas vezes, até muda circunstâncias e quadros; todavia, a sua maior lição, é fazer-nos felizes em sua Graça — apesar das circunstâncias espinhosas do tempo presente. Lembre-se: é nas nossas fraquezas que o poder de Deus nos aperfeiçoa; para isso basta nos submetermos à Graça do Mestre da Vida. A nossa existência, muitas vezes, parece uma fornalha de fogo, mas a finalidade do Mestre em ter feito você existir não foi para te queimar, mas sim para te ensinar a viver aqui, e por fim te dar a Vida eterna. Em 1 João 5:4, João se lembra e faz uma síntese conclusiva das palavras de Cristo que já vimos, acima, nesse estudo. Veja:

“O que é nascido de Deus vence o mundo; e esta é a vitória que vence o mundo: a nossa fé.”

Sim, João discerniu onde está a base da vitória que vence o mundo: a nossa fé! Sem essa base, não temos segurança, paz e bom ânimo para continuar a jornada, vitoriosamente, em nosso espírito, nesse mundo de aflições.

Infelizmente não são poucos os pregadores que falsificam esse verdadeiro significado de bom ânimo, pois introjetam na mente das pessoas promessas e/ou mágicas motivacionalistas. Essas promessas/mágicas motivacionalistas desviam o ânimo das pessoas do verdadeiro bom ânimo do Evangelho — que é o ânimo de passar por essa existência carregado da esperança da glória de Deus.

“aos quais Deus quis dar a conhecer qual seja a riqueza da glória deste mistério entre os gentios, isto é, Cristo em vós, a esperança da glória;” Colossenses 1:27

Receba o meu abraço Naquele que nós dá a base (fé) para que possamos trabalhar, fazer o bem, viver e existir em estado de bom ânimo. Agarremo-nos firmemente a essa fé.

Gostou dessa mensagem? Possui mais alguma dúvida sobre o assunto? Então se inscreva para receber novas mensagens diretamente no seu e-mail pessoal, e comente através do campo abaixo.

Sugestão para sua próxima leitura: https://www.crendocomodizaescritura.com.br/o-verdadeiro-natal/

Comente por meio de seu Facebook

Avatar

Bruno Monsores é Escritor, Evangelista e Idealizador do site de ensino do Evangelho Crendo como diz a Escritura (CCDAE), pelo qual ensina e anuncia o Evangelho da Graça de Deus.

Gostou da mensagem?

Inscreva-se para receber novas mensagens diretamente em seu e-mail!

Por gentileza, se deseja alterar o arquivo do rodapé,
entre em contato com o suporte.

Este site usa cookies e outras tecnologias similares para lembrar e entender como você usa nosso site, analisar seu uso de nossos produtos e serviços, ajudar com nossos esforços de marketing e fornecer conteúdo de terceiros. Leia mais em Política de Cookies e Privacidade.