Não perca o E-book!

Inscreva-se para receber o E-book CCDAE grátis com 101 reflexões no Evangelho!

REFLEXÃO: ENTENDENDO AS CAMPANHAS RELIGIOSAS

Campanhas religiosas: o fato de você marcar presença em uma campanha religiosa não lhe garante uma benção, e, muito menos, o Reino dos céus. Tudo é Graça!

Campanhas religiosas

     Campanhas religiosas

Aquele pois que vos dá o Espírito, e que opera milagres entre vós, acaso o faz pelas obras da lei, ou pelo ouvir com fé? Gálatas 3:5

Jesus não é Deus metódico. Não existem campanhas religiosas, “receitas de bolo” ou um passo a passo que nós possamos seguir para conseguirmos alguma coisa das mãos do Autor da Vida. Ele é livre de qualquer metodologia ou formatação humana, o seu operar não é condicionado à “teologia” do esforço próprio. As campanhas religiosas e correntes são invencionices humanas que, assim como outras metodologias religiosas, são criadas para, supostamente, conseguirmos algo das mãos de Deus; mas, na verdade, a grande maioria dessas campanhas, possuem fins lucrativos. E, infelizmente, a cada dia que passa, as campanhas de curas e milagres tomam o lugar do Evangelho que cura e faz milagres. E os rituais de autojustificação tomam o lugar da fé na Graça justificadora. Se, em algum dia da sua vida, durante uma campanha, você recebeu algum milagre, cura ou qualquer outro favor de Deus, não associe tal acontecimento ao “joelho” de um líder religioso, à um “altar abençoado”, ao teu esforço de comparecimento ou ao “poder” da campanha em si; pois, o que te agraciou, na verdade, foi o Evangelho que entrou em seu coração. Deus opera mediante o acolhimento em fé de sua Palavra graciosa. Jesus não dizia para o povo: “a sua campanha te curou” ou “o seu esforço te salvou”. Ele dizia assim: “a tua FÉ te curou”, “a tua FÉ te salvou”. Ora, essa fé, que nos salva e nos cura, é plantada em nós através do Espírito Santo, o qual habitava o nosso Salvador, Jesus Cristo. Absorva essa consciência do Evangelho, e não seja mais menino na fé. Se o Evangelho fosse anunciado sem obstáculos, “ruídos”, distorções, manipulações e condicionamentos; as pessoas teriam forças, inteligência espiritual e lucidez para pararem de se relacionar com métodos “medianeiros”; e, pegariam, direto, o único atalho para Deus: o único Mediador entre Deus e os homens,  Jesus. Quem sabe você tenha começado no Espírito; então, não se aperfeiçoe na carne. Reconheça o Deus do Evangelho como o Autor da sua cura, do seu milagre, da sua vida e da sua salvação. Paz de Cristo.

 

Sugestão para sua próxima leitura => A bíblia é ou não é inerrante?

Comente por meio de seu Facebook

Avatar

Bruno Monsores é Escritor, Evangelista e Idealizador do site de ensino do Evangelho Crendo como diz a Escritura (CCDAE), pelo qual ensina e anuncia o Evangelho da Graça de Deus.

Gostou da mensagem?

Inscreva-se para receber novas mensagens diretamente em seu e-mail!

Por gentileza, se deseja alterar o arquivo do rodapé,
entre em contato com o suporte.

Este site usa cookies e outras tecnologias similares para lembrar e entender como você usa nosso site, analisar seu uso de nossos produtos e serviços, ajudar com nossos esforços de marketing e fornecer conteúdo de terceiros. Leia mais em Política de Cookies e Privacidade.