Não perca o E-book!

Inscreva-se para receber o E-book CCDAE grátis com 101 reflexões no Evangelho!

Sal da terra e luz do mundo: o que isso significa?

Sal da terra e luz do mundo: o que isso significa? Jesus nos ensinou o significado dessas palavras através do "sermão do monte" e de sua própria vida.

Sal da terra e luz do mundo

             Sal da terra e luz do mundo

Sal da terra e luz do mundo: o que isso significa?

Quando Jesus proferiu as palavras sal da terra e luz do mundo, o Mestre estava no lugar onde denominou-se chamar de “monte das bem-aventuranças”. Na presença do povo e de seus discípulos, o filho de Deus se expressou da seguinte forma:

“Bem-aventurados os humildes, pois deles é o Reino dos céus. 

Bem-aventurados os que choram, pois serão consolados. 

Bem-aventurados os mansos, pois eles receberão a terra por herança. 

Bem-aventurados os que têm fome e sede de justiça, pois serão satisfeitos. 

Bem-aventurados os misericordiosos, pois obterão misericórdia. 

Bem-aventurados os puros de coração, pois verão a Deus. 

Bem-aventurados os pacificadores, pois serão chamados filhos de Deus. 

Bem-aventurados os perseguidos por causa da justiça, pois deles é o Reino dos céus.

Bem-aventurados serão vocês quando, por minha causa, os insultarem, os perseguirem e levantarem todo tipo de calúnia contra vocês. 

Alegrem-se e regozijem-se, porque grande é a sua recompensa nos céus, pois da mesma forma perseguiram os profetas que viveram antes de vocês. ” 

Mateus 5:3-12

Repare que nessa passagem Jesus deixa explícito as características daqueles que irão herdar o Reino dos céus; tais características evidenciam o que é verdadeiramente ser um discípulo e o que é ser “sal da terra” e “luz do mundo”. Ser sal da terra e luz do mundo é ser humilde; é ter um coração que se compadece com relação a dor do semelhante; é não se deixar controlar pela impulsividade de um coração obstinadamente ambicioso, pois é na mansidão que se herda (por herança, ou seja, por Graça) a verdadeira terra (o reino dos céus); é ter um coração desejoso de justiça para os injustiçados deste mundo; é não ser implacável, mas sim ser misericordioso; é viver a vida que Deus nos deu sem dolo e sem “esperteza” no coração; é ser um promotor da harmonia entre as pessoas; é tomar atitudes de justiça (não atitudes de justiceiro, mas sim as atitudes de justiça que os profetas praticavam) diante das injustiças dos homens, a ponto de ser até mesmo perseguido por homens sem alma, impiedosos, ambiciosos, cauterizados de mente e escravos do próprio ventre; ou seja, ser sal da terra e luz do mundo é não tomar a forma deste mundo, e sim tomar a forma do Amor e da Graça de Deus. Logo após a passagem descrita, Cristo continua ensinando, dizendo:

“Vocês são o sal da terra. Mas se o sal perder o seu sabor, como restaurá-lo? Não servirá para nada, exceto para ser jogado fora e pisado pelos homens. 

Vocês são a luz do mundo. Não se pode esconder uma cidade construída sobre um monte. 

Assim brilhe a luz de vocês diante dos homens, para que vejam as suas boas obras e glorifiquem ao Pai de vocês, que está nos céus.” 

Mateus 5:13-15

O discípulo de Cristo (aquele que aprende Dele, introjetando e praticando os seus ensinos) precisa ser sal para essa terra insossa, luz para esse mundo de trevas, esperança para a sua geração e oxigênio para essa atmosfera poluída. Acontece que, desde a institucionalização da Igreja e da sua junção com o governo e com a política (fato que aconteceu no terceiro século quando o Imperador Constantino decidiu criar o Cristianismo e fazer dele a religião oficial do império romano), os discípulos de Cristo têm tomado a forma deste mundo, se tornando insossos e perdendo o sabor do Evangelho. E tal fato afeta e condiciona a milhares até os dias de hoje (mesmo depois da reforma protestante), cegando-lhes o entendimento para o Evangelho da Graça de Deus. O que vemos são igrejas sem consciência do Evangelho, legalistas, moralistas, dogmáticas, cármicas e contraditórias em suas próprias linhas de raciocínio. Tais igrejas são incoerentes com aquilo que se chama Caminho, Verdade e Vida. Aprenda do Espírito de Deus através do Evangelho de Cristo para que você seja sal da terra e luz do mundo.

===============================================

TEXTO RECOMENDADO: ENTENDENDO O QUE É A OBRA DE DEUS

===============================================

Gostou dessa mensagem? Possui mais alguma dúvida sobre o assunto? Então se inscreva para receber novas mensagens diretamente no seu e-mail pessoal, e comente através do campo abaixo.

Comente por meio de seu Facebook

Avatar

Bruno Monsores é Escritor, Evangelista e Idealizador do site de ensino do Evangelho Crendo como diz a Escritura (CCDAE), pelo qual ensina e anuncia o Evangelho da Graça de Deus.

Gostou da mensagem?

Inscreva-se para receber novas mensagens diretamente em seu e-mail!

Por gentileza, se deseja alterar o arquivo do rodapé,
entre em contato com o suporte.

Este site usa cookies e outras tecnologias similares para lembrar e entender como você usa nosso site, analisar seu uso de nossos produtos e serviços, ajudar com nossos esforços de marketing e fornecer conteúdo de terceiros. Leia mais em Política de Cookies e Privacidade.